Arquivo Histórico

O MUHNAC possui documentação histórica compreendida entre os séculos XVIII e XX. Trata-se de um arquivo histórico com uma tripla vertente. Por um lado, inclui documentação manuscrita e iconográfica associada às coleções do Museu. Por outro lado, reúne arquivos institucionais de algumas das mais importantes instituições científicas de Lisboa, bem como sociedades científicas e centros de investigação. Finalmente, reúne também espólios pessoais de cientistas portugueses.

O Arquivo Histórico do MUL integra parte substancial dos acervos documentais provenientes de algumas das mais importantes instituições de ensino e de ciência de Lisboa, nomeadamente o Noviciado da Cotovia (1619-1759), Real Museu e Jardim Botânico da Ajuda (1763-1837), Colégio dos Nobres (1761-1837), Escola Politécnica de Lisboa (1837-1911), Museu Nacional de História Natural (1858-2011), Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (1911-1985), Museu de Ciência da Universidade de Lisboa (1985-2011). Integra também os espólios pessoais de Arruda Furtado (1854-1887), Branca Edmée Marques (1899-1986), Armando Gibert (1914-1985), Maria Alzira Almoster Ferreira (1928-2008), Carlos das Neves Tavares (1914-1972), Carlos Almaça (1934-2010), o arquivo da Sociedade Portuguesa de Matemática (1940-1948) e de outros centros de investigação. O arquivo é composto por cerca de 350 metros lineares.

A equipa é constituída por Branca Moriés e David Gregório, contando ainda com um número variável de voluntários e estagiários.

Atendimento com marcação prévia para o email: branca.mories@campus.ul.pt
Horário: 4ª e 5ªf (10h00-12h30) - (14h00-17h00)

Tipo de coleção: 
Biblioteca/Arquivo