Invertebrados não artrópodes

A coleção de invertebrados não artrópodes é composta por 5.700 lotes, que correspondem a cerca de 45.000 exemplares.

A coleção é um importante repositório da biodiversidade nacional e de alguns países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa - CPLP, nomeadamente Angola, Cabo Verde e Moçambique. Existem também exemplares de outras regiões de África e Europa.

Nesta coleção estão representados diversos filos: Acanthocephala, Annelida, Brachiopoda, Bryzoa, Cephalochordata, Cnidaria, Echinodermata, Mollusca, Nematoda, Platyhelmintha, Porifera, Priapulida, Sipuncula e Tunicata. O filo com uma representação mais diversa e significativa é o Mollusca. A coleção assume particular relevância nos bivalves de água doce, com representantes de todas as espécies da malacofauna nacional, incluindo os exemplares de referência utilizados para a elaboração do “Atlas dos Bivalves de água doce em Portugal continental” (Instituto da Conservação da Natureza). Inclui ainda os exemplares-referência amostrados no âmbito da rede nacional BAL@PT- Barcoding Aquatic Life – Portugal, integrada na iniciativa internacional Barcode of Life.

Possui material tipo de 14 espécies, entre o qual se destaca o material tipo primário de 10 espécies.

Diana Carvalho é a curadora e conta com a colaboração de vários especialistas para diferentes grupos, nomeadamente João Gil para os Anellida e Joana Xavier para os Porifera. Conta ainda a colaboração do Instituto Português de Malacologia.

Curador: 
Tipo de coleção: 
Coleção de História Natural