Como pode o design contribuir para o aumento do consumo de leguminosas em Portugal?

Nov
17
Nov/17 18:45 - Nov/17 19:45
Sala Vandelli | Museu Nacional de História Natural e da Ciência

60 Minutos de Ciência com Ricardo Bonacho

Quando: 
Quinta, 17 Novembro, 2016 -
18:45 a 19:45
Onde: 
Sala Vandelli | Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Como pode o design contribuir para o aumento do consumo de leguminosas em Portugal? 

Diz a sabedoria popular que “Os olhos também comem”. 

Sem design, alimentarmo-nos seria muito mais difícil e monótono. Sem o auxílio da criatividade material e elaboração cultural estávamos condenados a recolher os alimentos diretamente da natureza. O engenho humano e o design procuram desde sempre, melhorar o processo de alimentação englobando todos os aspetos. Desde os instrumentos para a obtenção de alimento até aos utensílios para comer e cozinhar. No decorrer da evolução das sociedades, o design acabou por originar utensílios e procedimentos em preparações e combinações mais ou menos elaboradas. Foi fundamental para todos os objetos que se foram criando para o serviço e degustação à mesa. E neste sentido os objetos para além de funcionais adquiriram simbolismo e representação. 

Propõe-se então a questão: Como pode o design contribuir para o aumento do consumo de leguminosas em Portugal? 

A resposta encontra-se na investigação “Comunicar os alimentos: o processo criativo em design no desenvolvimento e revitalização de produtos alimentares à base de leguminosas da cozinha portuguesa”. O alimento e o design como objetos de estudo no desenvolvimento de produtos e experiências alimentares. Para o designer atualmente já não é suficiente o equilíbrio entre forma e função, já não é suficiente atribuir significado aos objetos. Os instrumentos utilizados, tal como os próprios objetos, devem comunicar com as pessoas e o designer só precisa escrever o primeiro rascunho desse roteiro, deixando o consumidor fazer o resto.

Ricardo Bonacho  - FARQ-UL | ESHTE

Ricardo Bonacho é Designer de Comunicação, Docente do curso de Mestrado em Inovação em Artes Culinárias da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril; Docente de Design Aplicado à Culinária e Restauração na Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche e investigador colaborador do CIAUD da FAUL - Centro de Investigação em Arquitetura, Urbanismo e Design da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa.

Título de Especialista na área científica de Áudio-Visuais e Produção dos Media (CNAEF 213) pelo Instituto Politécnico de Santarém, Doutorando em Design na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, Pós-graduado em Design de Comunicação e Novos Media pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa; e Licenciado em Design de Comunicação e Técnicas Gráficas pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Portalegre.

Mantém há mais de uma década uma intensa atividade como designer, em regime freelance e por conta de outrem, tendo desenvolvido trabalhos para diversas entidades, essencialmente em Portugal mas também em França, Reino Unido, Brasil e África do Sul, na sua maioria agentes comerciais e culturais. Tem desenvolvido os seus próprios projetos autorais na interseção entre o design, a gastronomia e a comunicação, levantando questões, na sua maioria, sobre temáticas na área da gastronomia e do design a partir do novo território em expansão (Food Design).

Organizou e participou em exposições que tiveram lugar em Portugal com projeção internacional, no âmbito da Experimenta Design (2011 e 2013) e da investigação desenvolvida no doutoramento (design e gastronomia).

 

Atividade gratuita. Dirigida ao grande público.

 

Ciclo de conversas "60 Minutos de Ciência"
Num formato informal e descontraído, 60 minutos de Ciência pretende ser um fórum de discussão entre especialistas e cidadãos sobre temas atuais de Ciência. Este programa decorrerá nas terceiras quintas feiras de cada mês, pelas 18h45.

 

Próximas sessões

A régua de cálculo ainda se usa? | Anabela Teixeira | 15 de dezembro