Brotar - Entre a Terra e o Céu

Exposição de João Gama

Quando: 
8 de Janeiro de 2021 a 31 de Janeiro de 2021
Onde: 

Sala Azul

Nesta exposição será apresentado um conjunto de obras - pinturas, desenhos e algumas esculturas - que resultam de uma densa relação corpo-natureza, explorando os pontos de contacto entre ambos. Não se representa apenas a visão empírica de variados lugares naturais. Estes trabalhos mostram-nos, essencialmente, uma natureza interior que se projeta na natureza natural. As estações, o renascer da vida vegetal e a solidez das rochas, são alguns dos muitos símbolos que formam metáforas em poemas visuais que muito falam do âmago humano. A natureza revela-se enquanto origem da vida humana e da própria arte e sua linguagem.

Curadoria: Sofia Marçal

 

Nota biográfica:

João Gama, nascido a 8 de agosto de 1991, é natural de Castelo Branco. Desde cedo revelou interesse pelas artes visuais, expandindo mais tarde as suas aptidões para a música.

Em 2014 licenciou-se em Escultura na FBAUL. Atualmente, concluiu o mestrado em Pintura na mesma faculdade.

A temática da paisagem natural portuguesa é a mais presente na definição da sua obra e apela, não só à contemplação da natureza, mas também à sua valorização e conservação. No decorrer do percurso artístico, participou em várias exposições coletivas, algumas das quais: “O Mar e os Motivos Marítimos” no Museu da Marinha Portuguesa em Belém (2012), “20 x 20” na Galeria Travessa em Lisboa (2012), Exposição de Finalistas de Escultura no ISEG em Lisboa (2013), “Résvés” (residência artística e exposição) em Proneça-a-Nova (2014), “Sementeira” em Viseu (2014), “De onde para onde” no ISEG em Lisboa (2015). Participo numa residência artística na Maljoga de Proença onde realizou uma pintura mural da qual é autor (2017). Exposição individual de pintura “Da Terra ao Azul” na Sala da Nora, Castelo Branco (2018). Exposição coletiva “Naturezas cruzadas” na Casa Bocage, em Setúbal (2020).

 

Inauguração: 7 de janeiro, 17h00

 

 

 

Exposição de Arte e Ciência