Investigar

Notícias e anúncios mais recentes

Perder as asas trouxe grandes benefícios para as formigas, de acordo com novo estudo

Formigas operárias da espécie Cataglyphis bombycina, que existe no Mediterrâneo. ©: Philip Hönle.

Sabia que os antepassados das formigas tinham asas, há milhões de anos? Agora, imagens raios X detalhadas da anatomia interna de duas espécies de formigas sugerem que o facto de estes insetos terem evoluído perdendo a capacidade de voar está diretamente relacionada com a evolução da força pela qual estes insetos são conhecidos, com a qual conseguem transportar várias vezes o seu próprio peso.

Nova espécie de lagarto Cordylus identificada em Angola

Foto: Ishan Agarwal

Mariana Marques, curadora assistente e Luís Ceríaco, curador externo da coleção de Anfíbios e Répteis do Museu Nacional de História Natural e da Ciência, fazem parte da equipa de investigadores que identificou uma nova espécie de lagarto-espinhoso-rupícula (Cordylus phonolithos) em Angola.

Esta espécie, em comparação com outras espécies do género Cordylus, distingue-se pelo arranjo das escamas cefálicas, coloração e por caracteres osteológicos.

Páginas