MOSTRA "DA FÍSICA CLÁSSICA À TEORIA QUÂNTICA"

From Classical Physics to Quantum Theory

 

Amostras padrão para análise espectral © MUHNAC-ULisboa

Quando: 
14 de Abril de 2022 a 3 de Julho de 2022
Onde: 

Átrio | Museu Nacional de História Natural e da Ciência

A Física Quântica é desde o início do Séc. XX, usada para descrever fenómenos da Natureza, muitos deles, invisíveis aos nossos olhos, e hoje tem um grande impacto no nosso quotidiano, no desenvolvimento e utilização das novas tecnologias.

Está presente, por exemplo, nos equipamentos eletrónicos, desde computadores a tablets e smartphones, passando pelos GPS, satélites, naves espaciais, aviões e radares; a tecnologia a laser permite-nos usar códigos de barras, sensores e controlos remotos; na área da Medicina também surgiram tecnologias avançadas de diagnóstico e intervenção, como a ressonância magnética, tomografia computorizada e a ecografia, oferecendo tratamentos menos invasivos e mais eficazes; e as simulações de computador e a criptografia também são possíveis devido ao desenvolvimento da teoria quântica.

A Teoria Quântica surgiu com os trabalhos de Planck, Einstein, Rutherford, Bohr, Schrodinger e Pauli, entre outros, para explicar o comportamento de fenómenos que a Física clássica deixou de conseguir explicar, nomeadamente, o comportamento das partículas fundamentais (ao nível atómico e subatómico) que constituem a matéria que existe no Universo. Mas vários outros cientistas lhes antecederam nesta tentativa de descrever a natureza da matéria. A Análise Química Espectral surgiu em 1860 com Bunsen e Kirchhoff e contribuiu para o novo modelo quântico do átomo. Röntgen produziu e detetou em 1895, a radiação electromagnética nos comprimentos de onda correspondentes aos Raios X, entre outros.

O MUHNAC associa-se à celebração do Dia Mundial Quântico (14 de abril) com uma Mostra onde podemos encontrar vários objetos relacionados com este conhecimento prévio, nomeadamente as duas frentes de pesquisa do final do Séc. XIX: o estudo dos raios catódicos e a espectroscopia. Mas também podemos ver um processador quântico, que está na base na revolução tecnológica atual.

 

From Classical Physics to Quantum Theory

Quantum Physics has been used since the beginning of the 20th century to describe phenomena in nature, many of which are invisible to our eyes, and today it has a major impact on our daily lives, in the development and use of new technologies.

It is present, for example, in electronic equipment, from computers to tablets and smartphones, as well as GPS, satellites, spacecraft, aircraft and radar; laser technology allows us to use barcodes, sensors and remote controls; advanced diagnostic and interventional technologies have also emerged in the field of medicine, such as magnetic resonance imaging, computed tomography and ultrasound, offering less invasive and more effective treatments; and computer simulations and cryptography are also possible due to the development of quantum theory.

Quantum theory emerged with the work of Planck, Einstein, Rutherford, Bohr, Schrodinger and Pauli, among others, to explain the behaviour of phenomena that classical physics could no longer explain, namely the behaviour of the fundamental particles (at the atomic and subatomic level) that make up the matter that exists in the Universe. But several other scientists preceded them in this attempt to describe the nature of matter. Chemical Spectral Analysis appeared in 1860 with Bunsen and Kirchhoff and contributed to the new quantum model of the atom. Röntgen produced and detected in 1895, the electromagnetic radiation in the wavelengths corresponding to X-rays, among others.

The MUHNAC joins the celebration of the World Quantum Day (14th April) with an Exhibition where we can find several objects related to this previous knowledge, namely the two research fronts of the end of the 19th Century: the study of cathode rays and spectroscopy. But we can also see a quantum processor, which is at the basis of the current technological revolution.

 

COM O APOIO | WITH THE SUPPORT OF

                 

Exposição temporária