Máquina Fotográfica Kodak N.3A

A 19 de agosto celebra-se o Dia Mundial da Fotografia

A 19 de agosto celebra-se o Dia Mundial da Fotografia.

A celebração da data tem origem em dois acontecimentos de 1839: em Inglaterra, William Fox Talbot anuncia a invenção do calótipo e em França Louis Daguerre anuncia a invenção do daguerreótipo, por muitos considerado o primeiro processo fotográfico do mundo. Nesse mesmo ano, a patente do daguerreótipo é vendida à Academia Francesa de Ciências, que logo de imediato anunciou ao mundo que a invenção passaria a domínio público.

Em 1888, nos EUA, o inventor George Eastman apresenta uma nova revolução no mundo da fotografia com a criação de máquinas fotográficas acessíveis no preço e no tamanho a que que chamou Kodak. Este nome passaria a fazer parte da história da fotografia durante todo o sec. XX.

Apresentamos um exemplar da coleção do MUHNAC, uma máquina fotográfica Kodak, a N.3A Folding Pocket Kodak. Foi introduzida no mercado em 1903 e foi produzida até 1915, sendo este modelo um exemplar dos primeiros anos de produção porque ainda apresenta as lentes Bausch & Lomb, comprovadas pela inscrição junto à lente.

Envolvida em pele, tem um fole com a lente que abre e se expande através de um carril instalado na tampa, ajustando-se a diferentes distâncias focais. A mira por cima da lente ajuda no enquadramento e foco. Utilizava película de 122mm dando origem às primeiras provas do formato postal de correio.

É uma máquina muito versátil, por ser portátil e muito compacta para a época, pois fecha sob si mesma, ficando uma caixa fechada com apenas 2,54 cm de espessura e não necessitando de estojo. A Kodak anunciava-a como quase cabendo num “bolso comum de um casaco”.