Seminário de Cultura Material da Ciência

Nov
29
Nov/29 17:00 - Nov/29 18:00
Em direto no YouTube do MUHNAC

Novos usos, hibridização e canibalização de equipamentos obsoletos – O caso da Oficina do Cego

Quando: 
Segunda, 29 Novembro, 2021 - 17:00 a 18:00
Onde: 
Em direto no YouTube do MUHNAC
Seminário de Cultura Material da Ciência, com Hugo Soares | Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia (CIUHCT) - Nova School of Science and Technology 
Moderação: Marta Lourenço | Diretora do Museu Nacional de História Natural e da Ciência, Universidade de Lisboa 

Sinopse: 
A Oficina do Cego desenvolve trabalho na área das técnicas de impressão manuais, nomeadamente a gravura, a tipografia, a fotografia e a serigrafia. Estas técnicas que, de uma forma geral, se tornaram obsoletas enquanto formas de produção do livro, têm sido reapropriadas em espaços como o da Oficina do Cego, onde se recuperam equipamentos e instrumentos de produção gráfica com o propósito de lhes dar uso, agora, para a execução de projetos editoriais ou artísticos de baixas tiragens. O caso da tipografia, cuja produção de equipamentos e materiais deixou de se fazer em Portugal, gerou cadeias de circulação de equipamentos, materiais e peças obsoletas, que possibilitam a manutenção da sua utilização. Observam-se, também, fenómenos de hibridização com técnicas modernas, como a impressão 3D e o corte laser, bem como a fenómenos de tinkering, especialização e transmissão de saberes empíricos, que circulam devido à presença de antigos trabalhadores gráficos nestas redes ao mesmo tempo que novos utilizadores criam novas técnicas com esses mesmos equipamentos e materiais.
 
Sobre o Orador:
Hugo Soares é doutorando em História, Filosofia e Património da Ciência e da Tecnologia pela NOVA School of Science and Technology. É membro do Centro Interuniversitário das Ciências e da Tecnologia (CIUHCT) e tem formação base na área das ciências naturais e da educação e dedica-se, nos últimos anos, à investigação em história das ciências. O seu projeto de doutoramento está ligado ao estudo do desenvolvimento do sistema científico português no pós-25 de Abril, em particular ao estudo do Instituto Nacional de Investigação Científica (INIC)(1976-1992), responsável pela atribuição de bolsas de mestrado e doutoramento, bem como pelo financiamento de projetos e centros de investigação universitários nesse período. Tem também participado em projetos de investigação nas temáticas da história ambiental (slow disasters/incêndios, eucaliptos e fascismo), do antropocénico e de cultura material.

Em paralelo com a sua “carreira académica” tem desenvolvido atividade associativa cultural, especialmente no âmbito das artes gráficas. Foi Presidente (2016-2019) da Oficina do Cego - Associação de Artes Gráficas onde, para além de desenvolver trabalho artístico e técnico em Serigrafia, coordenou várias edições do Curso de Autoedição. Recentemente tem também trabalhado na área da programação cultural, nomeadamente através do projeto Royal_Cine, um projeto de intervenção social através do cinema. Tem colaborado com diversos ilustrados na produção de edições em serigrafia e trabalha frequentemente com o coletivo artístico MASSACRE, ao nível da produção técnica. A Cultura Material é um interesse recente que lhe tem permitido fazer a ligação entre estas diferentes atividades.

Referências:
www.oficinadocego.pt
www.behance.net/hugomsoares
twitter.com/derHugoSoares
ciuhct.org/membros/hugo-soares

 
Assista em direto no YouTube do MUNHAC.
 



Conheça a Programação do MUHNAC aqui
 
 
EM PARCERIA COM