Noite Europeia dos Investigadores 2020

A Noite Europeia dos Investigadores está de regresso, com um programa nacional online e com programas que assinalam a iniciativa em quatro cidades de Norte a Sul do país.

 

 

A Universidade de Lisboa, através do Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC), coordena o consórcio nacional que assegura a Noite Europeia dos Investigadores 2020 em Portugal, sob o tema Ciência e Natureza. Neste ano atípico, a iniciativa decorrerá no dia 27 de novembro, entre as 15h00 e as 22h00, incluindo mais de 220 atividades online, programas locais e o envolvimento de cerca de 1750 investigadores a nível nacional. A abertura online do evento está marcada para as 14h30, trinta minutos antes do início das atividades.

O consórcio do projeto europeu “Ciência e  Natureza” (SCINAT) inclui como parceiros o MUHNAC-ULISBOA, a  Faculdade de Ciências e Tecnologia/Nova.ID.FCT da Universidade Nova de Lisboa, o Iscte - Instituto Universitário de Lisboa, a Câmara Municipal de Lisboa, a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, a Escola de Ciências da Universidade do Minho, a Universidade de Évora e Universidade de Coimbra (membro associado), garantindo a programação online nacional e a realização de eventos a decorrer nas cidades de Lisboa, Braga e Évora e Coimbra. 

Os programas deste ano, online e locais, oferecem a possibilidade de participação em atividades organizadas pelo consórcio para conhecer o que de melhor se faz ao nível da investigação científica em Portugal sob o tema Ciência e Natureza, destacando os projetos europeus, a preservação do património natural e cultural e a investigação na saúde, abordando a pandemia COVID19. Tendo em conta os constrangimentos de saúde pública atuais, a Noite Europeia dos Investigadores em 2020 será assim diferente, mas muito criativa, com um programa online que inclui mais de duas centenas de atividades desenvolvidas de Norte a Sul do país e com programas locais que responderão às medidas de contingência a adotar por cada concelho. 

Em Lisboa, os parceiros locais prepararam um conjunto de atividades desenvolvidas por investigadores de renome, responsáveis por projetos nacionais e europeus no âmbito das temáticas associadas à conservação do património natural e cultural, à participação pública em desafios ambientais e na transição sustentável e à COVID19. As atividades serão gravadas a partir do MUHNAC, simulando os espaços e o ambiente a que os visitantes mais assíduos foram habituados nos últimos anos. A Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril também se associa a este programa, com a gravação de três receitas rápidas em regime de show-cooking, relacionadas com a investigação em torno da dieta mediterrânica. A interação com os investigadores envolvidos nestas atividades decorrerá digitalmente, durante a transmissão online das gravações mediante programa a divulgar para o dia 27 de novembro. 

Em Braga, a Escola de Ciências da Universidade do Minho preparou um simultâneo de exposições inspiradas na temática ‘Ciência e Natureza’, do micro ao macro, patentes na Galeria do Paço (Largo do Paço) entre as 15h e as 22h do dia 27 de novembro, com entrada livre. O objetivo é desafiar os visitantes a olhar de modo diverso para objetos do dia a dia e a explorar as correlações entre Ciência e Natureza. E muito haverá para explorar, desde as partículas elementares do universo, às estruturas fractais presentes na natureza, às contribuições da Química na resolução de problemas ambientais, às cores que veem das plantas, à beleza dos líquenes como organismos simbióticos, até à mimetização artística de pequenos insetos e animais marinhos.

Em Évora, a Universidade de Évora organiza um conjunto de atividades no âmbito da ciência da prática Sineira, arqueologia, desporto, história da ciência, geofísica, meteorologia, neurociência, património e muito mais, assim como conversas com os investigadores responsáveis pelos projetos em causa. Este programa será transmitido nos canais digitais do evento e conta com o seu lançamento a partir do Mercado Municipal, no dia 27 de novembro, às 15h00. Sendo este também o dia de aniversário do sexto ano de consagração do Cante Alentejano como Património Cultural Imaterial da Humanidade, a abertura online do evento nacional NEI2020, às 14h30, incluirá uma atuação de Cante Alentejano, em homenagem deste importante património cultural.

O projeto integra ainda a Universidade de Coimbra como membro associado, através do Instituto de Investigação Interdisciplinar e do Museu da Ciência, propondo cerca de duas dezenas de atividades no programa online, das astropartículas, à célula, passando pelo cérebro e pelo esqueleto, por biobancos, epidemias, impactos mentais e outros desafios societais. O programa local integra duas atividades presenciais, se as contingências face à COVID 19 o permitirem: “Pragas e doenças das plantas da fitossanidade agrícola e florestal” durante a tarde e “Uma noite no Observatório”, onde os visitantes poderão observar, através do EST (European Solar Telescope), o céu estrelado na Noite Europeia dos Investigadores.

O programa nacional online e os programas locais, assim como toda a informação sobre a iniciativa de 2020, estão presentes em https://noitedosinvestigadores.org/, página que permitirá o acesso às atividades no dia 27 de novembro e sua continuidade para visitas posteriores, garantindo a participação na maior festa da ciência em Portugal!